Pular para o conteúdo

Intercessão bíblia

A intercessão é uma prática presente em diversas religiões e consiste em mediar, pedir ou orar em favor de outras pessoas ou situações. Na Bíblia, a intercessão é uma temática importante e recorrente, sendo abordada em diversos momentos e por diferentes personagens. Desde o Antigo Testamento até o Novo Testamento, a intercessão é vista como uma forma de expressar amor ao próximo e de buscar a intervenção divina em prol daqueles que necessitam. Neste artigo, iremos explorar mais profundamente a intercessão bíblica, seus exemplos e significados.

O que a Bíblia fala sobre intercessão?

Intercessão é um ato de oração em que uma pessoa ora em favor de outra ou de uma situação específica. A Bíblia fala muito sobre intercessão e nos encoraja a orar uns pelos outros.

Um exemplo de intercessão na Bíblia é a história de Abraão intercedendo em favor de Sodoma e Gomorra. Ele suplicou a Deus para poupar a cidade se houvesse pelo menos dez justos lá dentro (Gênesis 18:22-33).

Outro exemplo é o apóstolo Paulo, que frequentemente pedia às igrejas que ele estava escrevendo para orar por ele (Efésios 6:19-20; Colossenses 4:3; 1 Tessalonicenses 5:25).

A Bíblia também nos ensina que Jesus é nosso intercessor diante de Deus. Hebreus 7:25 diz: “Portanto, ele é capaz de salvar definitivamente aqueles que, por meio dele, se aproximam de Deus, pois vive sempre para interceder por eles”.

Além disso, Romanos 8:26-27 nos diz que o Espírito Santo intercede por nós com gemidos inexprimíveis quando não sabemos como orar.

A intercessão é uma maneira importante de cuidar e apoiar uns aos outros na vida cristã.

O que é intercessão de acordo com a Bíblia?

A intercessão, de acordo com a Bíblia, é a prática de orar em nome de outra pessoa ou grupo de pessoas. É uma forma de buscar a ajuda de Deus em favor de alguém que precisa de apoio espiritual ou material. A intercessão é uma demonstração de amor ao próximo, uma vez que o intercessor se coloca no lugar do outro e pede a Deus por sua proteção, cura, orientação e provisão.

Na Bíblia, encontramos vários exemplos de intercessão, como a oração de Abraão em favor de Sodoma e Gomorra (Gênesis 18:22-33), a intercessão de Moisés em favor do povo de Israel (Êxodo 32:11-14) e a oração de Jesus pelos seus discípulos (João 17:6-19).

A intercessão é uma prática importante na vida cristã, pois nos aproxima de Deus e nos leva a preocupar-nos com o bem-estar dos outros. O apóstolo Paulo nos exorta a orar “por todas as pessoas, pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade” (1 Timóteo 2:1-2).

Qual o Salmo que fala sobre intercessão?

O Salmo 20 é um dos salmos que fala sobre intercessão. Nele, o salmista pede a Deus que ouça suas súplicas e interceda por ele em momentos de dificuldade:

“Que o Senhor te responda no dia da angústia; que o nome do Deus de Jacó te proteja. Que do santuário te envie auxílio e te sustenha desde Sião. Lembre-se de todas as tuas ofertas e aceite os teus holocaustos. Conceda-te o desejo do teu coração e leve a efeito todos os teus planos.”

Este salmo também é uma oração de benção para o rei e para o povo, pedindo a proteção e a vitória divina em suas batalhas:

“Alguns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós confiamos no nome do Senhor, o nosso Deus. Eles vacilam e caem, mas nós nos erguemos e estamos firmes. Senhor, concede vitória ao rei! Responde-nos quando clamamos.”

Assim, o Salmo 20 é uma poderosa oração de intercessão que pode ser utilizada em momentos de necessidade, pedindo a Deus que ouça nossas súplicas e intervenha em nosso favor.

O que é intercessão na igreja evangélica?

Intercessão na igreja evangélica é uma prática que consiste em orar em favor de outras pessoas e situações, pedindo a Deus por sua intervenção e bênção. É um ato de amor e compaixão que demonstra a preocupação e cuidado com o próximo, além de ser uma forma de cumprir o mandamento de amar o próximo como a si mesmo.

A intercessão pode ser realizada individualmente ou em grupo, e é comum que haja um líder que conduza as orações. Além disso, é importante destacar que a intercessão não se limita apenas a pedidos pessoais, mas também pode ser feita por questões sociais, políticas e espirituais.

Na Bíblia, encontramos diversos exemplos de intercessores, como Abraão, que intercedeu em favor de Sodoma e Gomorra, e Moisés, que intercedeu pelo povo de Israel diante de Deus. Jesus também é um exemplo de intercessor, pois intercede por nós diante do Pai (Hebreus 7:25).

Por meio da intercessão, a igreja evangélica busca cumprir sua missão de ser sal e luz no mundo, levando as necessidades das pessoas diante de Deus e confiando em sua providência e amor.

Conclusão sobre Intercessão Bíblica

A intercessão bíblica é um tema recorrente nas Escrituras Sagradas e se mostra como uma prática relevante e necessária para a vida de todo cristão. Através dela, podemos orar pelos nossos irmãos em Cristo, pelas autoridades e pela salvação daqueles que ainda não conhecem Jesus como Senhor e Salvador. Devemos, então, nos empenhar em seguir o exemplo de Jesus, orando e intercedendo uns pelos outros, para que o Reino de Deus seja estabelecido em nossas vidas e em toda a Terra.
A Intercessão é um conceito bíblico importante que envolve a oração fervorosa em favor de outras pessoas. Na Bíblia, vemos exemplos de intercessão por líderes religiosos, como Moisés e Samuel, e até mesmo pelo próprio Jesus Cristo. A intercessão é uma maneira poderosa de demonstrar amor e compaixão pelos outros, e é uma forma de expressar nossa fé e confiança em Deus. Ao orar pelos outros, estamos reconhecendo que Deus tem o poder de mudar as circunstâncias e de transformar vidas. Portanto, a intercessão é uma prática importante para os cristãos que buscam viver uma vida de amor e serviço aos outros, seguindo o exemplo de Jesus.

Deixe sua avaliação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *