Pular para o conteúdo

Salmo 138 explicação

O Salmo 138 é uma das passagens mais conhecidas da Bíblia, e é frequentemente citado em momentos de louvor e adoração. Este Salmo é uma expressão de gratidão e louvor a Deus, por seu amor e fidelidade. Mas o que exatamente o Salmo 138 significa? Neste artigo, vamos explorar a explicação deste Salmo, e descobrir a mensagem que ele tem para nós hoje. Vamos analisar os versos do Salmo 138 e entender o contexto em que ele foi escrito, a fim de descobrir como essa passagem pode ser aplicada às nossas vidas cristãs hoje.

O que nos ensina o Salmo 138?

O Salmo 138 nos ensina sobre a gratidão e confiança em Deus. O salmista expressa sua gratidão a Deus por sua fidelidade e amor constante. Ele reconhece que Deus é soberano e que sua bondade e misericórdia são eternas.

O salmista também destaca a importância de confiar em Deus em meio às dificuldades da vida. Ele reconhece que, embora possa haver momentos de angústia e aflição, Deus sempre o protege e o fortalece. Ele afirma sua confiança na promessa de Deus de que Ele nunca o abandonará.

Além disso, o Salmo 138 nos ensina sobre a importância de louvar a Deus. O salmista expressa sua alegria em louvar a Deus e reconhece que a adoração é uma forma de honrar a Deus e reconhecer sua grandeza.

Esses ensinamentos são relevantes para nossa vida diária, pois nos lembram de reconhecer a grandeza de Deus, confiar em sua fidelidade e ser gratos por suas bênçãos em nossas vidas.

O que Davi quis dizer no Salmo 138?

O Salmo 138 é um hino de gratidão e louvor a Deus, escrito por Davi. Neste Salmo, ele expressa sua confiança em Deus e agradecimento por sua fidelidade e bondade.

Davi começa o Salmo 138 declarando: “Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração; na presença dos deuses cantarei louvores a ti”. Ele está afirmando que Deus é o único digno de louvor e adoração, e que está disposto a declarar isso publicamente, mesmo diante de outros deuses que não são verdadeiros.

Em seguida, Davi expressa sua gratidão a Deus por ter respondido suas orações: “Quando clamei, tu me respondeste; deste-me força e coragem”. Ele reconhece que Deus é o único que pode ajudá-lo em suas dificuldades e que sempre está pronto a atender suas necessidades.

Davi também reconhece a grandeza de Deus e sua soberania sobre todas as coisas: “Os reis da terra te louvarão, Senhor, quando ouvirem as tuas promessas. E cantarão os caminhos do Senhor, pois a grandeza do Senhor é conhecida por toda a terra”. Ele está afirmando que Deus é o governante supremo, e que todos os reis da terra devem reconhecer sua grandeza e glorificar seu nome.

Por fim, Davi conclui o Salmo 138 com uma oração, pedindo a Deus que continue a ser fiel e misericordioso com ele: “O Senhor aperfeiçoará o que me concerne; a tua misericórdia, Senhor, é para sempre; não abandones as obras das tuas mãos”. Ele está confiando que Deus continuará a guiar seus passos e aperfeiçoar sua vida, e que sua misericórdia nunca falhará.

Para que serve o Salmo 138?

O Salmo 138 é um salmo de ação de graças e louvor a Deus. Ele é um salmo de gratidão por tudo o que Deus tem feito na vida do salmista. Este salmo é uma oração de agradecimento por todas as bênçãos recebidas e pelo amor e fidelidade de Deus.

Este salmo é um lembrete de que Deus é poderoso e cuida de seus filhos. Ele é um salmo de confiança e fé em Deus e em sua bondade. O Salmo 138 é uma oração que pode ser usada para expressar gratidão e louvor a Deus em todos os momentos da vida, seja em momentos de alegria ou de dificuldades.

Este salmo também é uma fonte de encorajamento e esperança para aqueles que estão passando por momentos difíceis. Ele nos lembra que Deus sempre está conosco, nos protegendo e guiando em todos os momentos de nossa vida. O Salmo 138 é uma oração poderosa que pode trazer paz e conforto em tempos de aflição.

Quem são os deuses do Salmo 138?

No Salmo 138, o salmista Davi declara sua gratidão e louvor a Deus por sua fidelidade e bondade. No versículo 1, ele afirma: “Eu te louvarei, SENHOR, de todo o meu coração; na presença dos deuses cantarei louvores a ti”.

Algumas interpretações sugerem que os “deuses” mencionados neste versículo podem se referir a seres divinos de outras religiões ou culturas. No entanto, a maioria dos estudiosos bíblicos concorda que Davi está usando uma figura de linguagem conhecida como “hipérbole”, ou seja, uma expressão exagerada para enfatizar a grandeza e superioridade de Deus sobre todas as outras divindades.

Além disso, o próprio contexto do Salmo 138 indica que Davi está se dirigindo exclusivamente ao Deus verdadeiro e único, como fica claro nos versículos seguintes: “Porque a tua misericórdia é grande até aos céus, e a tua verdade até às nuvens. Exalta-se acima dos céus, ó Deus, e sobre toda a terra está a tua glória” (v. 2-5).

Portanto, pode-se concluir que os “deuses” mencionados no Salmo 138 são uma figura retórica que serve para destacar a supremacia e majestade de Deus sobre todas as outras divindades imaginárias.

Conclusão

O Salmo 138 é uma bela expressão de confiança e gratidão a Deus. Nele, o salmista reconhece a grandeza e fidelidade do Senhor, e declara sua confiança em sua ajuda e proteção. Além disso, o salmo nos lembra da importância de agradecer a Deus por suas bênçãos e de compartilhar sua bondade com os outros. Que possamos seguir o exemplo do salmista e viver uma vida de gratidão e confiança em Deus.
O Salmo 138 é uma bela oração de gratidão e louvor a Deus pela sua fidelidade e bondade. Nele, o autor reconhece a grandeza do Senhor e o seu poder de salvar e proteger. Além disso, o Salmo 138 também destaca a importância da humildade e da confiança em Deus para viver uma vida plena e abençoada. Por isso, essa oração pode ser uma fonte de inspiração e fortalecimento espiritual para todos aqueles que buscam seguir os caminhos do Senhor. Que possamos sempre lembrar das palavras do Salmo 138 e ter um coração grato e confiante em Deus em todos os momentos da nossa vida.

Deixe sua avaliação