Pular para o conteúdo

versículos sobre mordomia

A mordomia é um tema muito presente na Bíblia e diz respeito à responsabilidade que temos como cristãos de administrar com sabedoria os recursos que Deus nos confiou. Esses recursos podem ser financeiros, materiais, intelectuais, emocionais e espirituais. Por isso, é importante conhecermos os versículos bíblicos que tratam sobre mordomia, para que possamos entender melhor o que Deus espera de nós e como podemos ser bons administradores do que Ele nos deu. Neste artigo, vamos explorar alguns desses versículos e refletir sobre o que eles nos ensinam sobre a mordomia cristã.

Onde na Bíblia fala sobre mordomia?

Na Bíblia, o conceito de mordomia é abordado em diversas passagens, principalmente no Novo Testamento. A palavra “mordomo” significa administrador ou encarregado de bens alheios, e é utilizada para expressar a responsabilidade que o ser humano tem de cuidar dos recursos que Deus lhe confiou.

Alguns versículos que falam sobre mordomia são:

  • 1 Coríntios 4:1-2 – “Assim, pois, importa que os homens nos considerem como ministros de Cristo e despenseiros dos mistérios de Deus. Além disso, requer-se dos despenseiros que cada um deles seja encontrado fiel.”
  • Mateus 25:14-30 – A Parábola dos Talentos, que fala sobre a responsabilidade de utilizar bem os dons e recursos que Deus nos dá.
  • Lucas 12:42-48 – “E disse o Senhor: Qual é, pois, o mordomo fiel e prudente, a quem o senhor confiará os seus servos, para darem a cada um a sua medida de trigo? Bem-aventurado aquele servo a quem o seu senhor, quando vier, achar fazendo assim. Em verdade vos digo que o porá sobre todos os seus bens. Mas, se aquele servo disser em seu coração: O meu senhor tarda em vir; e começar a espancar os criados e criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, virá o senhor daquele servo no dia em que o não espera, e numa hora que ele não sabe, e separá-lo-á, e lhe dará a sua parte com os infiéis. E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites; mas o que a não soube, e fez coisas dignas de açoites, com poucos açoites será castigado. E aquele a quem muito foi dado, muito lhe será exigido; e aquele a quem muito confiaram, muito mais lhe pedirão.”
  • 1 Pedro 4:10 – “Cada um exerça o dom que recebeu para servir os outros, administrando a graça de Deus em suas diversas formas.”

Qual o princípio de mordomia?

O princípio de mordomia é a compreensão de que tudo o que temos e somos é confiado a nós por Deus e devemos usar esses recursos de maneira responsável e sábia. Isso inclui nossos talentos, tempo, dinheiro e recursos naturais. Como mordomos, somos chamados a administrar esses recursos em nome de Deus e para o benefício dos outros. Isso significa que devemos ser fiéis na administração do que Deus nos confiou e estar preparados para prestar contas de como usamos esses recursos quando nos encontrarmos com Ele.

Quais são os 4 t da mordomia?

Os 4 T da Mordomia são:

  1. Tempo: O tempo que temos é um recurso limitado e precioso, devemos utilizá-lo sabiamente, priorizando o que é mais importante e evitando desperdícios.
  2. Tesouro: O dinheiro e os bens materiais que possuímos são um recurso que Deus nos confiou para administrarmos de forma sábia e responsável, contribuindo para a obra do Reino e ajudando aos necessitados.
  3. Talento: Cada um de nós possui habilidades, dons e talentos únicos que devem ser usados para a glória de Deus e para o bem do próximo.
  4. Testemunho: Nossas palavras e ações devem refletir a nossa identidade como filhos de Deus, dando um bom testemunho para aqueles ao nosso redor.

Quando vivemos de acordo com os princípios dos 4 T da Mordomia, estamos honrando a Deus com tudo o que Ele nos confiou e contribuindo para o seu Reino de forma significativa.

O que é ser um bom mordomo de Deus?

Um bom mordomo de Deus é alguém que reconhece que tudo o que possui vem do Senhor e que tem a responsabilidade de cuidar e administrar esses recursos de maneira sábia e fiel. A mordomia envolve a administração de nossos talentos, tempo, tesouros e recursos naturais de acordo com a vontade de Deus.

Para ser um bom mordomo de Deus, devemos estar dispostos a dar generosamente de nossos recursos para ajudar os necessitados e para a obra do Reino. Devemos estar atentos às necessidades dos outros e usar nossos talentos e habilidades para fazer a diferença no mundo. Além disso, devemos cuidar bem do meio ambiente e ser responsáveis em relação aos recursos naturais que Deus nos deu.

Versículos sobre Mordomia – Conclusão

Os versículos sobre mordomia nos lembram da responsabilidade que temos em administrar os recursos que Deus nos confia. Devemos ser bons administradores e usar nossos talentos e bens para honrar a Deus e abençoar as pessoas ao nosso redor. Que possamos ser fiéis em nossa mordomia, sabendo que um dia prestaremos contas a Deus por tudo o que fizemos com o que Ele nos deu.

A Bíblia apresenta diversos versículos sobre mordomia, que nos incentivam a cuidar bem do que Deus nos concede, seja em termos de recursos financeiros, habilidades ou tempo. Essa responsabilidade inclui administrar com sabedoria as nossas posses, ajudando os necessitados e sendo fiéis em devolver o dízimo e ofertar. Podemos encontrar esses ensinamentos em passagens como Lucas 16:10-13, 1 Coríntios 4:2 e 1 Pedro 4:10. Que possamos, então, agir com integridade e gratidão diante de Deus, reconhecendo que tudo o que temos vem Dele e deve ser usado para a Sua glória.

Deixe sua avaliação